sábado, 14 de novembro de 2009

Choque (ou "De como mais uma vez descobri que sou uma ameba")

Esses dias vi na TV o filme The Wonders - o sonho não acabou. Uma graça de filme. O hit dos Wonders, That thing you do, eu já conhecia há uns bons anos, mas nunca tinha me prestado a procurar qualquer outra coisa sobre a banda.

Pois bem, acontece - e é óbvio que todo mundo já sabia disso, menos eu - que a banda não é uma banda. Quer dizer, é uma banda, mas nunca existiu de verdade. Eu jurava que o filme era sobre a trajetória, mesmo que curta, de uma banda real; que That thing you do era uma música que tinha feito sucesso de verdade, mas para o meu terrível choque, foi criada pro filme. Assim como o vocalista chato com franja emo, a namorada dele que é interpretada pela Liv Tyler e a gracinha do baterista (e protagonista) de óculos Wayfarer, que lembra um pouco meu pai (complexo de Édipo my bloomin' arse)quando era jovem. Agora há pouco, num surto de sei-lá-o-quê, fui procurar fotos dele - Guy Patterson, o nome - no google imagens, pra ver se o ator era parecido com o da vida real, e estranhei porque não tinha foto alguma do The Wonders original na internet.

Se não tem no google, não existe, não é assim?

Afinal, achei um blog com uma lista das melhores Fake Bands. Fake Bands. Fiquei absolutamente chocada. Mas que droga, não tem Guy Patterson na vida real, os Wonders nunca existiram e eu passei anos achando o contrário. Boa, Fernanda, sua ameba que vive em Marte. Além de tomar vários "duh", "bã" e "eeeeerrr" de amigos sabidinhos, agora tem mais uma pessoa pra você ficar triste porque nunca existiu na realidade.

Mas botando minha ignorância ridícula de lado um pouco, a música. Quem compôs That thing you do merecia é um prêmio, porque é uma danada duma musiquinha legal e não sai do ouvido. Torna o sucesso deles no filme totalmente crível, e pelo jeito fez muito sucesso aqui nesse nosso mundinho real tão sem graça, onde aquele Guy Patterson de óculos escuros nunca viveu.

Se bem que o ator já me fez perdoar bastante a realidade. Ok, ok, Tom Everett Scott, por causa de você, dessa vez eu deixo passar.

E nem venham questionar meu senso estético (porque sempre que o assunto é male cuteness aparece gente questionando meu senso estético, y'know).

Um comentário:

Cami disse...

Eu tbm não sabia que o The Wonders não existia e fiquei igual a vc quando descobriu AHSIUAHDSIUAH é igual aquele filme Rockstar, que a banda tbm não existe mas tem música própria e tal. Mas dizem que o filme é sobre o Judas Priest na verdade. Sei lá.

E eu tbm sou questionada quanto ao meu padrão de male cuteness hahahaha vai entender, né? Todo mundo diz que eu tenho um péssimo gosto pra homem, mas eu discordo. xP

Postar um comentário